top of page
  • Foto do escritorAdmin

As Vantagens do Pequeno Investidor



Gradualmente, cria-se no Brasil uma cultura do investimento. Por muito tempo, pessoas se afastavam do mundo dos negócios devido à ideia de que deveriam ter uma fortuna para conseguirem algum resultado. Contudo, esse estereótipo vem sendo, felizmente, quebrado. Na verdade, o pequeno investidor possui até algumas vantagens em relação aos grandes players e iremos discutir sobre isso.


Para embasar mais ainda o assunto, podemos convocar o grande Warren Buffett. Ele mesmo admite que “teria uma porcentagem [de rentabilidade] bem maior se estivesse trabalhando com pequenas somas”. Ele aponta que o pequeno investidor possui muito mais possibilidades de investimentos que os fundos de investimentos, que acabam por serem limitados pelas grandes quantias movimentadas.


Sugiro que vejam esse pequeno vídeo do Oráculo de Omaha:

https://www.youtube.com/watch?v=Z2R7sy-77q0&t=168s


A primeira vantagem, portanto, é que o pequeno investidor individual pode investir em empresas que possuem baixo valor de mercado, enquanto a maioria dos Fundos não pode, devido às suas limitações de liquidez. Esses agentes econômicos movem dezenas de milhões de reais e, assim, algumas vezes, poucos porcentos desses montantes conseguem comprar a empresa inteira que se pretende investir. Obviamente, eles não querem ter de controlar uma empresa, então, diante dessa impossibilidade dos fundos, sobra-se boas oportunidades de empresas valiosas e baratas para o pequeno investidor.


O que resta aos fundos são as grandes empresas, as quais possuem grande valor de mercado e que são sondadas por diversos analistas. Essa aglomeração de pessoas pesquisando e avaliando a empresa acaba por revelar e destrinchar seus fundamentos, permitindo que mais pessoas enxerguem os potenciais e diferenciais dessas companhias e logo precifiquem suas cotas. Dessa forma, o preço segue a tendência do valor justo encontrado por um bom Valuation e fica mais difícil encontrar uma margem de lucro e segurança na hora de investir.


Assim, a segunda vantagem é que as empresas menores (as quais são mais propícias ao investidor pequeno) são menos sondadas pelos analistas de mercado, possibilitando, assim, que o investidor individual encontre oportunidades de empresas rentáveis e com preço abaixo do valor de mercado.


Outro problema que os fundos de investimento têm de lidar é que a eles é confiado o dinheiro de diversas pessoas que esperam “terceirizar” a rentabilidade com o mercado de ações. Elas estão constantemente em busca de lucro e formas de multiplicar sua renda e alocam seu capital nos fundos para eles buscarem os melhores ativos que possam trazer esse retorno. O problema é o perfil das pessoas que nem sempre estão dispostas a esperar um longo prazo para poder ver seu dinheiro crescer, prevalecendo o imediatismo do curto prazo. Assim, os gestores precisam ter sempre uma ótima performance para agradar seus cotistas.


Assim sendo, a última vantagem é a independência. Enquanto indivíduo, o investidor pode elaborar suas próprias estratégias sem ter de dar satisfação a ninguém, podendo aplicar seus fundamentos na hora da escolha da empresa a se investir. Os fundos, por vezes, desistem de investir em empresas boas e baratas, pois irão ser valorizadas no longo prazo, ou seja, não entregarão o resultado rápido que seus cotistas almejam. Essa ausência dos fundos permite que os pequenos investidores encontrem boas oportunidades.


Giulliano Parmagnani

Graduando em Ciências Contábeis

Equipe de Mídias


REFERÊNCIAS:



Suno Call #749

https://assets.seudinheiro.com/2020/colunistas/sextou-com-o-ruy/davi-vs-golias-as-vantagens-de-ser-um-pequeno-investidor/

90 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page