top of page
  • Foto do escritorAdmin

Indicadores de lucratividade



Os indicadores são importantes para escolher as melhores ações na bolsa de valores. Mas você sabe, o que eles significam de fato?


Primeiramente, é importante entender que por trás de ações, existem empresas. Antes de investir em qualquer ativo, é preciso conhecer esse e os seus pormenores. Para isso existem os indicadores.


Os indicadores, como o próprio nome diz, são fórmulas já estabelecidas, que indicam a situação financeira de uma empresa.

Para que você possa entender mais sobre esses indicadores, iniciaremos hoje uma série de postagens sobre os grupos de indicadores, utilizados para avaliar as empresas.


INDICADORES DE LUCRATIVIDADE


Os indicadores de lucratividade nos ajudam a identificar os lucros das empresas em suas atividades e se essas estão apresentando vantagens competitivas em relação aos seus concorrentes. Para isso, é importante que você compare esses indicadores com outras empresas do mesmo setor.

Para entender com detalhes o que significa esses indicadores, segue um exemplo de uma DRE (Demonstração de Resultados do Exercício). Essa, é possível encontrar no site de R.I. (Relações com Investidores) das empresas listadas em bolsa.




A primeira linha da DRE, mostra a receita líquida, que é proveniente das atividades da empresa. Essa linha já vem descontada de alguns impostos de receita.

Logo abaixo dos custos dos bens e serviços, que são os custos da empresa ao produzir os bens vendidos, é apresentado o resultado bruto ou lucro bruto, que através desse, é possível saber o quanto a empresa gasta no seu processo produtivo e o quanto recebe por ele.

Com esses indicadores é possível descobrir a MARGEM BRUTA, que indica a relação entre o lucro bruto e a receita líquida.

Por exemplo: se uma empresa X, teve um lucro bruto igual a R$ 30.000 e a receita de R$ 100.000. R$ 30.000 ÷ R$ 100.000 = 30. Assim, a empresa possui uma margem bruta equivalente a 30%.

Abaixo do lucro bruto, são descontadas todas as despesas com as vendas e outras despesas e somadas eventuais outras receitas.

Com isso, chegamos ao EBIT, que em inglês significa Earnings Before Interest and Taxes. Após o EBIT, são descontados outros impostos sobre o lucro, como imposto de renda.

E por fim chegamos ao resultado mais visado pelos investidores, o lucro líquido.

Com ele podemos calcular a MARGEM LÍQUIDA, que indica a relação entre o lucro líquido e a receita líquida.


Exemplo: se a empresa X teve um lucro líquido igual a R$ 20.000 e uma receita equivalente a R$ 100.000. R$ 20.000 ÷ R$ 100.000 = 20. Assim, a empresa possui uma margem líquida de 20%.

Fonte: Suno Research

96 visualizações0 comentário
bottom of page